6 razões para os financeiros prestarem atenção à sustentabilidade
15 Dez 2014

A sustentabilidade já está na agenda de muitos CFO. Não só na agenda, mas também na avaliação de resultados individuais. Segundo o The 2012 Sustainability & the CFO Survey da Deloitte Touche Tohmatsu Limited, 30% da remuneração de incentivo dos CFO da Danone do Reino Unido está relacionada com o desempenho em sustentabilidade e 61% dos CFO de grandes empresas vêm aumentar o seu papel na estratégia de sustentabilidade. Esta mudança decorre de serem os financeiros quem tem as principais ferramentas para ajudar a medir a sustentabilidade e, nessa medida, ajudar a tangibilizar e a evidenciar os seus impactos em toda a empresa.

Assim, atualmente, é expectável que o líder financeiro e toda a sua equipa, apoie os objetivos da empresa como um todo, sendo também agentes da melhoria do desempenho empresarial. Conseguindo entender o valor da sustentabilidade e o que as empresas estão a fazer nesta área, os profissionais financeiros vão ficar mais ligados aos valores e comportamentos sustentáveis, estabelecidos pelas equipas de gestão. Simultaneamente, vão estar expostos a novas discussões e terão novas oportunidades para atingir os objetivos estratégicos. Estas são algumas das conclusões da publicação Sustainability – A new competence for financial leaders, resultado de um dos grupos de trabalho do Future Leaders 2014, programa de formação do WBCSD – World Business Council for Sustainable Development, que este ano foi dedicado a Bridging the Capital – Accounting for Social & Natural Capital in Business Decision Making.

Sustainability – A new competence for financial leaders aponta as seis razões pelas quais os financeiros devem prestar atenção à sustentabilidade:

1. redução de custos;

2. criação de valor;

3. integração e monitorização da informação de forma eficiente;

4. resposta à crescente procura de dados por parte dos investidores;

5. aliado para mitigar o risco;

6. fomentar e reter talento.

Partilhe este artigo

Links relacionados

+ Notícias

Entrevista BCSD Portugal a Júlia Seixas

Entrevista BCSD Portugal a Júlia Seixas

Entrevista do BCSD Portugal a Júlia Seixas,  Professora da FCT- NOVA, especialista em Ambiente, Energia e Alterações Climática, coordenadora do grupo “Energia e Clima”, dedicado à transição de sistemas energéticos para a neutralidade carbónica e resiliência climática, no âmbito do Centro de Investigação em Ambiente e Sustentabilidade (CENSE).

read more

Leia as notícias online. Por um desenvolvimento sustentável.