BOLSA JOSÉ MANUEL DE MELLO

EMPREENDEDORISMO

 

CANDIDATURAS ENTRE 20 DE MARÇO E 30 DE ABRIL

 

Pelo quarto ano consecutivo, o BCSD Portugal junta-se à Fundação Amélia de Mello, à COTEC e à NOVA SBE para distinguir e apoiar a investigação desenvolvida em Portugal. Na sequência da iniciativa promovida nos últimos três anos com os Prémios Alfredo da Silva, criam-se agora as Bolsas de Investigação Fundação Amélia de Mello, no valor de 150.000 euros cada, que serão lançadas anualmente: 

  • Bolsa José Manuel de Mello – Empreendedorismo (2024) 
  • Bolsa Jorge de Mello – Indústria e Inovação (2025) 
  • Bolsa Amélia de Mello – Inovação Social (2026) 

 

O BCSD Portugal, em parceria com a Fundação Amélia de Mello, promove o lançamento da Bolsa José Manuel de Mello Empreendedorismo, que visa distinguir projetos de investigação e desenvolvimento, para implementação dentro do tecido empresarial, no domínio da sustentabilidade e do empreendedorismo. 

Esta Bolsa contemplará projetos de investigação originais em fase de prova de conceito, com um potencial relevante para o cumprimento dos objetivos nacionais de descarbonização, com um foco particular na transição energética. Os projetos deverão ser desenvolvidos por investigadores integrados em instituições portuguesas ou que implementem os seus projetos em Portugal. 

Visando apoiar o desenvolvimento de projetos sustentáveis que contribuam para a descarbonização em Portugal, os projetos de investigação candidatos à Bolsa poderão incidir em soluções de melhoria da eficiência energética, promoção de uma gestão eficiente da água e/ou solo, adoção de princípios de economia circular, consumo sustentável e cadeias curtas de abastecimento, ou outras soluções promotoras da transição energética e neutralidade carbónica. 

As restantes Bolsas, são atribuídas pela COTEC, no domínio da Indústria e Inovação, e pela NOVA SBE, da Inovação Social. 

 

Composição do Júri:

  • Presidente: Teresa Ponce de Leão, presidente do Laboratório de Energia e Geologia (LNEG).
  • Filipa Pantaleão, Secretária-geral do BCSD Portugal
  • Ana Casaca, Global Head of Innovation da Galp
  • Madalena Freire de Andrade, Administradora da Nutrinveste e da Sinvepart.
  • Susana Carvalho, Sustainability & Climate Transition Manager da Bondalti

Submeta a sua candidatura aqui

Para submeter a candidatura, consulte o regulamento da Bolsa, preencha o documento da candidatura e submeta-o no formulário.

FAQ

Em que língua devem ser apresentadas as candidaturas?

As candidaturas devem ser apresentadas em língua portuguesa.

Há alguma lista de despesas elegíveis no âmbito da Bolsa José Manuel de Mello?

É da responsabilidade da instituição de acolhimento a realização das despesas que considerar essenciais para a execução e concretização dos objetivos e trabalhos descritos tendo em vista os impactos e resultados enunciados na proposta aprovada. Não deverá ser também aplicada uma taxa fixa para gastos gerais podendo, no entanto, haver despesas de funcionamento de base necessárias para a concretização do projeto. Ao montante da Bolsa a atribuir não poderão ser imputados overheads.

Nota-se que, em sede de avaliação, a insuficiente justificação das despesas essenciais para a concretização do projeto terá impacto na avaliação da candidatura. Ou seja, a descrição e justificação do orçamento estão subordinadas à proposta cientifica apresentada, nas suas diversas especificidades, como área científica, objetivos propostos, metodologia, planeamento, calendarização, entre outros fatores relevantes para a execução e cumprimento da ciência proposta no plano de trabalhos.

O prémio será atribuído à equipa ou à entidade parceira que representa a equipa?

O prémio consiste no financiamento do projeto, sendo este contratualizado com a(s) entidade(s) que a equipa de investigadores integra(m), e com as demais entidades consideradas na apresentação da ideia, e que irão proceder à prossecução do respetivo projeto de I&I.

Como será garantida a confidencialidade das candidaturas apresentadas?

Todos os membros do júri, membros da FAM e do BCSD Portugal irão assinar um acordo de confidencialidade para receber e analisar as candidaturas, garantindo a proteção de toda a informação submetida. Caso sejam selecionados para receber a bolsa, todos os momentos de divulgação e comunicação serão articulados convosco e no caso de não serem selecionados, a informação de candidatura não será divulgada.

Ainda tenho dúvidas

Se não encontrar a resposta que procura, poderá contactar [email protected]