Ministro da Educação e Ciência apoia projeto do BCSD
1 Out 2014

Gostaríamos que houvesse maior colaboração das empresas na formação dos jovens. A escola é responsável pelas bases como o Português, o Inglês, a Matemática, a Química ou a Filosofia, mas as empresas têm de estar presentes. Esperamos muito da comunidade empresarial. Queremos que se envolvam diretamente na formação dos jovens. Falem com as escolas e politécnicos que têm mais próximos, porque juntos podemos mudar o ensino do País. O Ministério da Educação e Ciência apoiará o que as empresas fizerem neste sentido.” Estas foram algumas das mensagens de incentivo que Nuno Crato, Ministro da Educação e Ciência, deixou às empresas, numa reunião organizada pelo BCSD Portugal, que juntou presidentes e responsáveis pela área do capital humano das empresas membro do BCSD e alguns convidados.

O tema da reunião foi a AÇÃO 1 – Adequar perfis de competências entre empresas e formação escolar, projeto do BCSD que tem como objetivo contribuir para aproximar as competências técnicas e comportamentais dos jovens àquilo que as empresas precisam. “Este é um desafio de todas as empresas. Por um lado, ainda não há uma resposta clara sobre as competências necessárias para o futuro, mas por outro, este é um tema sem posicionamento estratégico dentro das empresas”, defendeu Fernanda Pargana, Secretária Geral do BCSD Portugal.

Com as competências críticas identificadas será mais fácil aproximar o ensino às empresas. O Ministro referiu que “os cursos vocacionais do secundário podem ser desenhados com o envolvimento das empresas – estamos a falar de cursos de dois anos, em que 1600 horas são passadas na empresa. Estes cursos podem também ser desenhados de forma integrada com os cursos técnicos superiores profissionais no ensino politécnico, para que os alunos possam prosseguir os estudos.”

Ficou claro que, da parte do Ministério da Educação e Ciência, há total disponibilidade para desenhar cursos de secundário e politécnico adaptados às necessidades de competências das empresas. Agora cabe às empresas contactar as escolas e politécnicos que as rodeiam, no sentido de melhorar os programas curriculares existentes ou criar programas novos.

 

Partilhe este artigo

Links relacionados

+ Notícias

BCSD Portugal lança Guia do CEO para a Bioeconomia Circular

BCSD Portugal lança Guia do CEO para a Bioeconomia Circular

O BCSD Portugal lançou o Guia do CEO para a Bioeconomia Circular, que visa dar aos líderes empresariais uma compreensão do conceito e das oportunidades que a Bioeconomia Circular tem para oferecer ao setor privado. O reconhecimento de que o capital natural é finito obriga hoje as empresas a uma enorme e rápida adaptação das suas atividades e operação da cadeia de valor, no sentido de incorporar os princípios da Bioeconomia Circular.

read more
BCSD Portugal junta-se à iniciativa mundial Call on Carbon

BCSD Portugal junta-se à iniciativa mundial Call on Carbon

Foi lançada hoje a Call on Carbon, uma iniciativa global conjunta Climate Leadership Coalition, Haga Initiative e Skift Business Climate Leaders da qual o BCSD Portugal é parceiro e signatário, a par do Corporate Leaders Group Europe e da CER – Sustainable Business Network, com o objetivo de aumentar os investimentos climáticos e a tarifação do carbono.

read more

Leia as notícias online. Por um desenvolvimento sustentável.