BCSD Portugal e Beta-i ajudam a desenvolver soluções de descarbonização nas Conferências do Estoril

BCSD Portugal e Beta-i juntam-se para trabalhar soluções práticas que promovam a descarbonização das economias e das cadeias de valor das empresas.

Evento colaborativo realiza-se durante as Conferências do Estoril, promovidas pela Nova SBE, e desafia empresários, especialistas, startups, representantes de instituições públicas, inovadores e empreendedores.

O evento ”Net-Zero Portugal 2050: collaboratively creating the pathway towards carbon neutrality” tem lugar dia 2 de setembro, entre as 9h30 e as 18h00, organizado pelo BCSD Portugal e pela Beta-i, no âmbito de um projeto do Grupo de Trabalho de Neutralidade Carbónica do BCSD Portugal e inserido nas Conferências do Estoril, promovidas pela Nova SBE em Carcavelos.

A neutralidade carbónica é um dos maiores desafios da atualidade, que exige um papel ativo fundamental por parte das empresas. Este evento colaborativo é o culminar de um projeto iniciado em 2020 no âmbito do Grupo de Trabalho, atualmente constituído por 50 empresas portuguesas, e desenvolvido num processo participativo com uma abordagem setorial prática tendo em vista ajudar as empresas a operacionalizar a sua jornada de descarbonização até 2050. 

Numa primeira fase, o relatório Net-Zero Portugal: Caminhos de Portugal para a descarbonização, desenvolvido em parceria com a McKinsey & Company, serviu de base à identificação das 5 alavancas-chave ou desafios para a descarbonização, a saber: (i) Eletrificação e energia de baixo carbono; (ii) Novas cadeias de valor; (iii) Eficiência energética e outros; (iv) Circularidade; (v) Agricultura, florestas e uso do solo.

Numa segunda fase, para cada uma dessas alavancas identificaram-se soluções empresariais, ilustradas com casos de aplicação de empresas associadas do BCSD Portugal. Estas soluções foram sistematizadas na publicação Soluções empresariais para a neutralidade carbónica até 2050: Um contributo para a jornada de descarbonização, divulgada em março de 2022.

O projeto irá culminar, na sua terceira fase, com o evento colaborativo do dia 2 de setembro, inspirado no modelo ideathon ou design thinking process, com vista a identificar iniciativas prioritárias para a aceleração da jornada das empresas para a neutralidade carbónica, que implicam a participação conjunta de vários agentes e parceiros, beneficiando das sinergias entre estes.

Sobre o evento, João Meneses, Secretário-Geral do BCSD Portugal afirma que “Alcançar as metas do Acordo de Paris sobre o clima, do pacote “Fit for 55” da União Europeia e da nova Lei do Clima nacional, irá exigir doses monumentais de inovação, conhecimento, investimento e regulação. Este workshop, promovido em parceria com a Beta-i, constitui a terceira e última etapa de um processo que o BCSD Portugal iniciou em 2020, com vista a identificar soluções – sobretudo empresariais – para a neutralidade carbónica das economias e das sociedades.”

Ana Costa, Sustainability and Blue Economy Industry Lead da Beta-i reforça “No Net-Zero Portugal 2050, queremos capacitar as empresas a identificar desafios, estabelecer prioridades e encontrar soluções que acelerem a sua descarbonização. A colaboração entre entidades é essencial para este último ponto. São inúmeros os exemplos de sinergias de sucesso, não só com impacto ambiental positivo, mas também ganhos ao nível da eficiência operacional das empresas e mesmo no desenvolvimento de novos modelos de negócio”.

O evento colaborativo pretende desafiar empresários, especialistas, startups, representantes de instituições públicas, inovadores e empreendedores a desenvolverem soluções práticas. Para encontrar estes “shakers” e inovadores, será lançada uma open call em julho.

Este evento é uma das 20 sessões paralelas que acontecem durante as Conferências do Estoril, promovidas pela Nova SBE no campus de Carcavelos, que se realizam nos dias 1 e 2 de setembro, sob o tema “O Reequilíbrio do nosso mundo: Um apelo à geração do propósito”, e que trazem a Portugal prestigiados líderes mundiais para debater os maiores desafios atuais que a humanidade enfrenta, como a Presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, entre outros.

Continue a ler

A prioridade social

Os desafios sociais são os mais complexos por sermos hoje no planeta quase oito mil milhões de pessoas e cada uma ter a expetativa...
Carregar mais artigos