Sucesso de Lima prepara caminho para Paris
15 Dez 2014

Os trabalhos prolongaram-se durante o fim-de-semana, mas os 194 países participantes da 20.ª Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas, em Lima, Peru, comprometeram-se a reduzir as emissões de gases com efeito de estufa. Até 31 de Março de 2015, os países vão apresentar à ONU as metas quantificáveis, ambiciosas e justas de redução de gases tóxicos para a atmosfera e detalhar as ações que vão implementar para cumprir os objetivos. Ficou também acordado que os países mais ricos devem dar mais apoio financeiro às nações em desenvolvimento, para que as metas de redução de poluição sejam atingidas. O documento assinado em Lima, vai servir de base ao novo tratado climático internacional, que vem substituir o protocolo de Quioto e que terá força de lei, a assinar em Dezembro de 2015, em Paris, na próxima convenção das Nações Unidas sobre alterações climáticas.

O WBCSD – World Business Council for Sustainable Development tem trabalhado o tema das alterações climáticas desde sempre e recentemente, lançou um “Guia com soluções para as alterações climáticas para CEO“, que visa explicar o tema de forma simples, levando as empresas a perceber o que pode ser feito. Em matérias de alterações climáticas e acordo com o Climate Change Performance Index (CCPI), Portugal foi considerado como o país com a quarta melhor política para as alterações climáticas do mundo, tal como tinha acontecido em 2013.

Partilhe este artigo

Links relacionados

+ Notícias

Sobre a reinvenção do capitalismo

Sobre a reinvenção do capitalismo

O capitalismo é um sistema económico que assenta na livre iniciativa, na propriedade privada dos meios de produção e na prossecução do lucro. A par da revolução tecnológico-científica, na génese da...

read more

Leia as notícias online. Por um desenvolvimento sustentável.