Sustainable Finance

Em resposta ao Acordo de Paris, o sistema financeiro tem um papel fundamental a desempenhar no compromisso de se atingir a neutralidade carbónica. Na jornada para uma economia mais verde, estável e transparente, é necessária a reorientação dos capitais privados para investimentos mais sustentáveis, o que exige uma mudança transversal no atual modelo económico e financeiro.
O financiamento sustentável, Sustainable Finance, compreende os produtos ou serviços financeiros que consideram critérios de sustentabilidade, nomeadamente, fatores Ambientais, Sociais e de Governance (ESG). Para os investidores isto significa integrar os critérios ESG nas decisões de investimento, resultando em investimentos de longo prazo em atividades sustentáveis. Para as empresas, significa contribuir para a integração de práticas sustentáveis de modo a alcançarem a sustentabilidade corporativa. Hoje, a definição de sustentável vai além do produto final, agregando toda a cadeia de fornecimento, que inclui aspetos como o respeito pelos direitos humanos, laborais e a mitigação do impacto na biodiversidade da região.

Na sequência da publicação do primeiro Plano de Ação para Financiar o Crescimento Sustentável (2018), o desenvolvimento do setor financeiro verde tem assumido um destaque inequívoco, ao se tornar um dos temas centrais da agenda europeia, e internacional. Desde então, um conjunto de frameworks legislativos foram anunciados, de modo a providenciar as ferramentas necessárias às instituições para a fomentar a sua ligação com a sustentabilidade e acelerar o financiamento verde – a taxonomia é um dos desenvolvimentos mais significativos em matéria de financiamento sustentável, que irá permitir aos investidores e organizações classificarem o grau de sustentabilidade das atividades económicas, bem como dos seus investimentos. 

No curso de 2020, a Comissão Europeia anunciou o lançamento da Estratégia Renovada da Europa para o Financiamento Sustentável, que visa fornecer os instrumentos políticos de modo a conectar ainda mais o setor financeiro e os seus intervenientes para com a sustentabilidade, ao mesmo tempo que endereça a recuperação do impacto provocado pela insurgência da pandemia Covid-19. A estratégia renovada irá concentrar-se, principalmente, em três vertentes:

  • Fortalecer as bases para o investimento sustentável, através da criação de um quadro facilitador, com as ferramentas e estruturas apropriadas. A vasta maioria das empresas financeiras e não financeiras estão ainda excessivamente concentradas num desempenho financeiro de curto prazo, em vez do seu desenvolvimento a longo prazo e nas oportunidades e desafios da sustentabilidade.
  • Aumentar as oportunidades para um impacto positivo na sustentabilidade para cidadãos, instituições financeiras e empresas. Este segundo pilar visa maximizar o impacto dos frameworks e ferramentas criadas, para o financiamento verde.
  • Integração e gestão dos riscos climáticos e ambientais nas instituições financeiras e no sistema financeiro, assegurando, simultaneamente, que os riscos sociais, quando relevantes, serão devidamente tidos em consideração. 

Saiba mais sobre legislação e standards internacionais na área de Sustainable Finance

Grupo de Trabalho

Qual o papel do Grupo de Trabalho nesta área

De modo a capacitar as empresas para esta direção, o Grupo de Trabalho de Sustainable Finance, constituído por empresas do setor financeiro e de outros setores de atividade, tem por objetivo continuar a acompanhar e contribuir para o desenvolvimento das políticas de financiamento sustentável, desenvolver conhecimento, promover o debate e sensibilizar as empresas para as temáticas e desafios da Sustainable Finance.

Objetivos 2021

  • Acompanhar o desenvolvimento das políticas de financiamento sustentável, nomeadamente das implicações da Taxonomia Europeia e da “Estratégia Renovada da Europa para as Finanças Sustentáveis” para as empresas e para o setor financeiro
  • Atualizar o website www.sustainablefinance.pt com novas funcionalidades
  • Promover o debate e sensibilizar as empresas para as temáticas da Sustainable Finance
  • Partilhar boas práticas e casos de estudo
  • Promover a formação
  • Elaborar recursos de apoio às empresas para fomentar o conhecimento e a promoção das Finanças Sustentáveis no processo de transição para a economia verde
A adesão aos Grupos de Trabalho do BCSD Portugal é exclusiva para empresas associadas.

Projetos

Financiar a Sustentabilidade

A newsletter Financiar a Sustentabilidade é um novo projeto do BCSD Portugal, realizado em parceria com a EY e com a PLMJ, que irá acompanhar a evolução das diversas fontes de financiamento disponíveis para financiar a transição para a sustentabilidade nas empresas – subsídios (i.e. incentivos), capital próprio (i.e. instrumentos de capitalização) e passivo (i.e. instrumentos de dívida) –, a nível nacional e europeu, de modo a que as empresas associadas do BCSD Portugal possam ter acesso em primeira mão a uma seleção diversificada de oportunidades de financiamento dos seus investimento sustentáveis, isto é, que adotem critérios ESG.

Conheça casos de estudo de Sustainable Finance nas empresas

Videos

Outras Áreas de Trabalho