Act4Nature Portugal

O act4nature Portugal é uma iniciativa promovida pelo BCSD Portugal no âmbito da act4nature international, lançada em França, em 2018, com o objetivo de mobilizar as empresas a proteger, promover e restaurar a biodiversidade.

O lançamento desta iniciativa em Portugal integra-se nos compromissos assumidos pelo BCSD Portugal, em 2019, ao integrar a coligação Business for Nature, incluem o objetivo de envolver as empresas em compromissos que contribuam para reverter a perda de biodiversidade a nível global.

Qualquer empresa, associada ou não associada do BCSD Portugal, de qualquer dimensão ou setor de atividade pode aderir.

15 empresas nacionais, de diferentes dimensões e setores, já assinaram, em setembro de 2020, este compromisso. São elas a ANA Aeroportos de Portugal, Corticeira Amorim, Grupo Crédito Agrícola, CTT, ECOINSIDE, EDIA, EDP, Herdade dos Grous, Jerónimo Martins, LIPOR, NBI – Natural Business Intelligence, REN, The Navigator Company, Trivalor, VdA. Adicionalmente, a iniciativa conta com um Conselho Consultivo composto por representantes de entidades de vários quadrantes da sociedade como ONGA, universidades e entidades governamentais como o Ministério do Ambiente e da Ação Climática.

Enquadramento

Este projeto surge num contexto em que diversos estudos científicos recentes alertam para que o planeta está a perder biodiversidade a um ritmo sem precedentes, aproximando-se rapidamente de um ponto de não retorno. De acordo com a Avaliação Global realizada pelo Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services (IPBES) sobre Biodiversidade e Serviços de Ecossistema, publicada em maio de 2019, os humanos estão a alterar os ecossistemas da Terra de forma dramática e a um ritmo sem precedentes, com cerca de 1 milhão de espécies animais e vegetais em risco de extinção.

As empresas podem contribuir para o desenvolvimento de novas dinâmicas. Para além da sua responsabilidade social corporativa, é do interesse das empresas inovar, uma vez que estas dependem de ecossistemas estáveis e resilientes, e que, da escolha por abordagens diferentes, podem surgir novas oportunidades de negócio.

Conscientes do papel e da ação que se espera das empresas, estas comprometam-se a integrar a natureza – ambiente, animais, plantas, ecossistemas, interações e património genético – nas suas estratégias e modelos de negócio, e a pôr em prática medidas que encontrem soluções para a conservação da diversidade biológica, para o seu restauro, para o uso sustentável dos recursos naturais e para uma distribuição justa e equitativa dos benefícios que resultam desse uso.

Porquê comprometer-se

N

Permite antecipar/responder às exigências sociais:

  • 96% das pessoas estão já preocupadas com a perda da biodiversidade (Eurobarómetro, 2019);
  • A Avaliação Global do Intergovernmental Science-Policy Platform on Biodiversity and Ecosystem Services (IPBES) sobre Biodiversidade e Serviços de Ecossistema, lançada em maio de 2019, mostra que os humanos estão a alterar os ecossistemas de forma dramática e a um ritmo sem precedentes;
  • Há expetativa que a CBD COP15 (Conference of the Parties (COP 15) to the Convention on Biological Diversity (CBD)) seja um sucesso, prevendo-se uma mobilização geral para o estabelecimento de compromissos significativos em prol da natureza, e é do interesse das empresas fazer parte desse sucesso.
N

O act4nature é uma iniciativa inovadora construída pelas empresas:

  • Originalmente lançada em França, pela associação EpE – Entreprises pour l’Environnement, tem já várias empresas e parceiros envolvidos, entre elas a Engie, a Lafarge Holcim e a L’Oreal;
  • Os compromissos são adaptáveis a todas as empresas;
  • Cientificamente sólida e reconhecida por stakeholders
N

Benefícios a longo prazo:

  • Aprender através da ação: identificar e gerir riscos e oportunidades;
  • Integrar a ação pela biodiversidade e contra as alterações climáticas;
  • Mobilizar trabalhadores, e encorajar uma abordagem bottom-up;
  • Fortalecer a legitimidade empresarial no que toca à biodiversidade.

Compromissos empresariais

Aderir ao act4nature exige a subscrição de 10 compromissos comuns a todas as empresas e também de compromissos individuais, alinhados com a atividade que desenvolvem.

10 compromissos comuns:

1. Integrar a biodiversidade na estratégia corporativa, fundamentando a nossa atuação no conhecimento científico disponível;

2. Dialogar com as diferentes partes interessadas sobre as suas expectativas e os nossos impactos, ações e progresso;

3. Avaliar a biodiversidade nas diferentes dimensões relacionadas com a nossa atividade, utilizando indicadores de impacto direto e indireto, de risco e de desempenho. Quando relevantes para a tomada de decisão, avaliar em termos económicos os nossos impactos e a nossa dependência do bom funcionamento dos ecossistemas;

4. Promover a integração progressiva da diversidade biológica nas decisões ao longo das nossas cadeias de valor, desde a produção de matérias-primas naturais até à fase final do ciclo de vida dos produtos, após utilização pelos consumidores;

5. Prioritariamente, prevenir, reduzir e, em última análise, compensar os nossos impactos, visando, caso a caso, a ausência de perda líquida ou até um ganho líquido de biodiversidade nas nossas atividades e áreas geográficas de influência, considerando as necessidades de adaptação dos ecossistemas às alterações climáticas;

6. Dar prioridade ao desenvolvimento de Soluções Baseadas na Natureza, assegurando que estas são implementadas de forma cientificamente fundamentada e benéfica para a biodiversidade, e promovendo a variedade dessas soluções;

7. Integrar a biodiversidade no nosso diálogo com os decisores políticos de forma a fomentar a sua progressiva consideração nas políticas públicas. Quando convidados a fazê-lo, contribuir para as estratégias nacionais de biodiversidade dos países onde operamos;

8. Sensibilizar e formar os nossos colaboradores sobre a biodiversidade e a sua relação com as atividades que desempenham. Promover e encorajar iniciativas de proteção da natureza e dar o devido reconhecimento pelas suas ações e práticas neste domínio;

9. Mobilizar recursos e estabelecer parcerias adequadas para apoiar e monitorizar as nossas ações no terreno;

10. Reportar publicamente a implementação destes compromissos e dos nossos compromissos individuais apresentados.

Compromissos Individuais

A concretização dos 10 compromissos comuns act4nature Portugal é assegurada por cada empresa, através da implementação de um conjunto de compromissos individuais SMART – Specific/Específicos, Measurable/Mensuráveis, Additional/Adicionais, Realistic/Realistas e Time-bound/Delimitados no tempo-, definidos em alinhamento com a atividade que desenvolve.

Saiba mais sobre os objetivos individuais das empresas aderentes ao act4nature internacional.

Governance

O act4nature Portugal é uma iniciativa liderada pelo BCSD Portugal com a colaboração de um Steering Committee e de um Advisory Board.

Steering Committee

Função

Em conjunto com o Grupo de Trabalho de Biodiversidade do BCSD Portugal, o Steering Committee é responsável por assegurar a implementação do act4nature à luz da realidade portuguesa respeitando os compromissos comuns e o processo desenvolvido pela iniciativa act4nature Internacional.

Após ouvir o Advisory Board cabe ao Steering Committee a decisão final sobre os vários desafios encontrados no âmbito do desenvolvimento geral da iniciativa em Portugal, e ao BCSD Portugal a aceitação dos compromissos individuais assumidos pelas empresas.

Composição

BCSD Portugal

Empresas:

  • ANA Aeroportos
  • EDP
  • Jerónimo Martins
  • LIPOR
  • REN
  • The Navigator Company

Parceiro Científico:

  • Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO)

Advisory Board

Função

O Advisory Board é um órgão consultivo multistakeholder que reúne um conjunto diversificado de parceiros científicos, entidades públicas e privadas e ONGA. No âmbito das suas funções, aconselha e apresenta sugestões de melhoria sobre os compromissos individuais assumidos pelas empresas para o act4nature Portugal, na perspetiva da preservação e promoção da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas. Contudo, o Advisory Board não se responsabiliza pelos compromissos individuais assumidos pelas empresas no âmbito do act4nature Portugal, nem pela sua concretização.

Composição

Membros do Steering Committee

Associações Empresariais:

  • Sílvia Machado, Senior Advisor, Environment & Clima na Confederação Empresarial de Portugal (CIP)

Governo/Administração Pública:

  • Marisa Silva, Adjunta do Senhor Ministro do Ambiente e da
    Ação Climática (MAAC)
  • Nuno Banza, Presidente do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF)

Organizações Não Governamentais de Ambiente (ONGA):

  • Domingos Leitão, Diretor Executivo da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA)
  • Ângela Morgado, Diretora Executiva, Associação Natureza Portugal (WWF Portugal)

Parceiros Científicos:

  • Cristina Máguas, Coordenadora do Centre for Ecology, Evolution and Environmental Changes da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (CE3C/FCUL)
  • Rui Ferreira dos Santos, Diretor do Centre for Environmental and Sustainability Research da Faculdade de Ciências e Tecnologia/Universidade Nova de Lisboa (CENSE – FCT/UNL)
  • José Lima Santos, Investigador no Centro de Estudos Florestais do Instituto Superior de Agronomia (CEF/ISA)
  • Pedro Beja, Vice-Diretor do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO)
  • Isabel Sousa Pinto, Investigadora Principal no Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto (CIIMAR/Universidade do Porto)
  • Tiago Domingos, Coordenador da Plataforma de Ciências e Engenharia do Ambiente do Instituto Superior Técnico (MARETEC/IST)
  • Teresa Pinto Correia, Diretora do Instituto Mediterrâneo para a Agricultura, Ambiente e Desenvolvimento da Universidade de Évora (MED/UÉvora)

Como Aderir?

Qualquer empresa, associada ou não associada do BCSD Portugal, de qualquer dimensão ou setor de atividade pode aderir a esta iniciativa. A adesão ao act4nature Portugal não tem custos associados.

Etapas para adesão:

  • Familiarização com os compromissos já existentes através da brochura do act4nature internacional;
  • Identificação dos impactos, diretos e indiretos, e as dependências das atividades da empresa, e preparação de um plano de ação para a biodiversidade;
  • Estabelecer os compromissos individuais SMART para a empresa, os quais têm de ser concretos e específicos da atividade: SpecificMeasurableAchievableRelevantTime-bound, ou seja, Específicos, Mensuráveis, Alcançáveis, Relevantes e Delimitados no tempo.
  • Garantir que os 10 compromissos comuns são assinados pelo CEO da empresa;
  • Preencher o template com os compromissos individuais e enviar por email para act4natureportugal@bcsdportugal.org (data a anunciar).
  • A equipa do act4nature Portugal irá rever os seus compromissos, recorrendo, se necessário, ao apoio do Advisory Board;
  • Os compromissos assumidos pelas empresas no âmbito do act4nature Portugal serão publicados nesta página em setembro de 2021 (data a indicar).

Para mais informações contacte a equipa do act4nature Portugal através do email: act4natureportugal@bcsdportugal.org.

Testemunhos

Saiba mais sobre iniciativa internacional